Author: Flavia Bruno

Doutora, Mestre e Graduada em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Professora Adjunto da Universidade Candido Mendes e da Faculdade São Bento do Rio de Janeiro.profabruno@gmail.com.
Sobre o Primeiro Tratado de retórica especulativa de Marco Cornélio Frontão
| |

Sobre o Primeiro Tratado de retórica especulativa de Marco Cornélio Frontão

Estamos vivendo, claro, tempos dificílimos por conta da pandemia, mas estamos vivendo também tempos dificílimos no que diz respeito à educação. Parece que a pandemia antecipou a morte da educação tradicional à qual nós estamos ligados e proclama um novo modelo metodológico, tecnológico, festejado como uma nova era pedagógica que finalmente deixará para trás as…

Sobre a experiência do pensamento ou Como estudar Filosofia?
| |

Sobre a experiência do pensamento ou Como estudar Filosofia?

Estudar Filosofia é uma decisão curiosa, porque de modo geral, decide-se fazer uma coisa que não se sabe bem o que seja. Quando alguém se dispõe a estudar um campo do saber (na maior parte dos casos) esse alguém tem, ainda que de modo incipiente, uma ideia do que trata aquele campo do saber, qual…

A filosofia disfarçada e a ciência crédula
| |

A filosofia disfarçada e a ciência crédula

A ideia de verdade aparece junto com o nascimento da filosofia no século V a.C.  Faz parte do otimismo epistemológico das grandes escolas filosóficas a pretensão de produção do conhecimento e, por conseguinte, da enunciação de suas proposições científicas, isto é, verdades  que, com segurança, podem os homens se apoiar para a condução da sua…

Inconsciente, metáforas, ilusões: a série Freud na Netflix
| |

Inconsciente, metáforas, ilusões: a série Freud na Netflix

Muito se está comentando sobre a série Freud do Netflix. Desde que a série foi anunciada, produziu-se um alvoroço e uma grande expectativa não só entre os profissionais e estudantes psi, mas também entre aqueles que têm alguma curiosidade sobre a vida e o pensamento de Sigmund Freud. Após a contagem regressiva para a estreia,…

A justiça como extensão das paixões
| |

A justiça como extensão das paixões

Hume desvia-se da ideia banal de que no combate entre razão e paixão, deve-se dar preferência à razão, posto que o homem só é virtuoso quando se conforma a seus preceitos e quando regula suas ações pela razão. A justiça, pare ele, não será descoberta mediante um raciocínio demonstrativo, mas encontrada no próprio íntimo do…

A justiça como extensão das paixões
| |

A justiça como extensão das paixões

Hume desvia-se da ideia banal de que no combate entre razão e paixão, deve-se dar preferência à razão, posto que o homem só é virtuoso quando se conforma a seus preceitos e quando regula suas ações pela razão. A justiça, pare ele, não será descoberta mediante um raciocínio demonstrativo, mas encontrada no próprio íntimo do…

A miséria da ciência sem a filosofia
|

A miséria da ciência sem a filosofia

É uma alegria, para mim, estar no CBPF em companhia de profissionais da ciência, reverenciando o lugar e a importância da Filosofia para a ciência, para o pensamento e para a vida. Nós, homens e mulheres do século XXI, herdeiros e propagadores da mentalidade cientificista destacamos sempre a importância e a necessidade da ciência, desprezando…

Hume e a justiça como solidariedade afetiva

Hume e a justiça como solidariedade afetiva

Distinguindo-se da teoria clássica que compreende a justiça como uma virtude natural, uma lei da natureza, uma verdade eterna presente no espírito humano,  Hume vai pensar a justiça como uma virtude artificial, que estabelece, por meio da convenção, as regras de conduta que balizam o agir do homem. Esta virtude não é pensada como fruto…