As Múltiplas Interpretações de Ernst Mach

Neste simpósio, que acontecerá no dia 27 de abril de 2018, no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas-CBPF, os professores Leopoldo Fulgencio, André Assis, Luiz Costa Lima, Luiz Pinguelli, Flavia Bruno e Mario Novello irão examinar, sob diferentes ângulos, o encontro das ideias de Ernst Mach com notáveis pensadores como Einstein, Freud, Lenin, Kafka, Bergson, Musil e outros. Reconhecendo os limites da análise científica – o paradigma maior da intelligentsia ocidental – iremos questionar o horror à metafísica tão difundido na comunidade dos físicos e relativizar a sólida certeza de que somente no território da ciência o saber é legítimo e eficaz.

Ao negarmos a hipótese da completa isenção do fator humano na prática científica, encontramos, através da metapsicologia, a existência de uma superestrutura abrangendo não somente as ciências sociais – entendidas como líquidas ou até mesmo voláteis – como igualmente as ciências duras.

Isso conduz a pensar o papel da representação. Ou seja, responder à questão de se, ao descrevermos os fenômenos do universo, estamos reproduzindo uma imitação da natureza ou criando uma versão antropomórfica para nosso consumo, teórico e prático.

Iremos então discutir algumas ideias atribuídas a Mach e suas variadas versões, uma das quais leva a implementar um princípio de proporções segundo o qual as leis físicas deveriam estar isentas de valores absolutos, dependentes somente de relações entre grandezas.

E nos deparamos com a questão crucial da origem da massa e o conceito machiano de que a inércia de cada corpo depende das propriedades globais do universo.

Curiosamente, embora reconhecendo-se a profunda consistência da argumentação que fundamenta esse princípio machiano, ele foi considerado pouco prático, associado a uma descrição de caráter eminentemente filosófico. Nós iremos ver como associar a origem da massa à distribuição global de energia em um universo dinâmico.

Com esses olhares complementares a partir do território da psicanálise, da crítica literária, da história da ciência, da filosofia, da epistemologia e da cosmologia é que realizaremos a tarefa de rever Mach.

Clique aqui para baixar o poster/programa do evento em PDF.